Sobre

Num tempo em que as imagens são cada vez mais presentes, influenciando opiniões pessoais e públicas, acreditamos que filmes são a melhor forma de comunicar, de provocar questionamentos e reflexões, e de inspirar mudanças de comportamento.

Nenhum outro meio é tão eficiente em demonstrar as formas de vida humana e difundir modelos mais sustentáveis, que possibilitem um futuro melhor para a humanidade e para todos os seres vivos do planeta.

Com base nisso, em 2011, no Rio de Janeiro, criamos o Filmambiente.

O que fazemos?

Filmambiente realiza ano a ano, gratuitamente, exibições das melhores produções mundiais sobre questões ambientais, de sustentabilidade e de regeneração da vida no planeta.

Na programação, além dos filmes, o festival realiza debates, painéis temáticos, workshops e master classes de diretores convidados.

Com edições também em outras cidades ao longo de sua história, em 2020 o Filmambiente aconteceu online, com sessões abertas ao público de todo o Brasil.

Programação e exibição de filmes selecionados mundialmente

Desenvolvimento de audiências para filmes ambientais

Mediação de debates pós exibições e painéis temáticos.

Eventos e exibições para empresas, escolas, universidades e outras instituições de ensino.

Nossos objetivos / Nossa missão

Através da exibição e discussão de filmes e temas ambientais, provocar reflexão e influenciar mudanças no comportamento de cidadãos, empresas e governos, colaborando para a criação de um futuro melhor para a vida no planeta.

Qualidade

Programação e exibição de filmes selecionados mundialmente.

Formação

Desenvolvimento de audiência para filmes ambientais.

Pensamento Crítico

Mediação de debates pós exibições e painéis temáticos.

Compromisso

Eventos e exibições para empresas, escolas e universidades.

Suzana Amado

Produtora de cinema e vídeo há mais de 30 anos, iniciou sua carreira na TV Educativa; foi superintendente adjunta de comercialização da Embrafilme, gerente de marketing da Columbia Pictures, Art Films e Editora Campus/Elsevier. Produziu os documentários Hércules 56, de Silvio darin, Transcendendo Lynch, de Marcos Andrade, Vou Rifar Meu Coração, Um Gosto de Sol – a música do Clube da Esquina e Paraíso Tropical, todos de Ana Rieper ; as ficções Proibido Proibir, de Jorge Durán e Korda de Marcos Andrade. E ainda as séries de TV És tu Brasil, de Murilo Salles, A Turma do Pererê, de Sonia Garcia, Vou Rifar Meu Coração e Natureza Feminina, ambas de Ana Rieper, e o telefilme Metade Sexo, Metade Muzarela, para MAltberg produções. Criou, dirige e é curadora do Festival Filmambiente.

Valéria Burke

Há mais de 20 anos atua no audiovisual, nos campos de pesquisa, de direção e/ou produção; colaborou em projetos de diversas emissoras de TV e produtoras brasileiras como Canal Futura, Multishow, Raccord Produções, Anima Produções, RW Cine, 4Ventos, TV Zero, 3Tabelas Filmes, Abbas Filmes, Conspiração Filmes, Refinaria Filmes, Bang Bang Filmes, Cinegroup e Paladina Filmes; e algumas internacionais como BBC, F&ME, RTL 5 TV, KRO NVCR TV e 2Pilots. Sempre ligada ao tema do Desenvolvimento Sustentável, é Facilitadora e Multiplicadora dos ODS Certificada pelo Gaia Education/Unesco (Escócia) e Mestre em Ciências pela Universidade de Edimburgo no programa Desafios Globais. Desde 2018 no Filmambiente, atualmente é produtora e co-curadora do festival.

Raquel Couto

Formada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, realiza trabalhos como diretora e editora de cinema e TV através de sua produtora, Uirapuru Filmes Ltda. Produziu, dirigiu e montou, entre outros, os curtas documentários: Garota Bossa Nova, com Maria Bethânia, sobre Nara Leão; O Sapo que virou Rã, com João Donato; Vejo o Rio de Janeiro com Helena Jobim e Billy Blanco; Garota de ipanema a partir de depoimento de tom Jobim e Um Rapaz de Bem, com Johnny Alf e Ed Motta. Diretora-assistente na minissérie A Pedra do Reino e assistente de direção em Dois Irmãos, ambas de Luiz Fernando Carvalho para a TV Globo. Faz parte da equipe Filmambiente desde a primeira edição, responsável pela montagem da programação e pela criação das vinhetas do festival.

Marcelo Paes de Carvalho

Produtor audiovisual e fotógrafo, atuando também em projetos de tecnologia da informação; é sócio da Incartaz Filmes e Eventos e coordenador do Programa FilmInBrasil que circula com cursos de produção audiovisual e novas mídias em todo o território brasileiro. Ministrou cursos e oficinas em diversas instituições, como SESC, SENAI, SEBRAE, Banco do Nordeste, UNESA, UCAM, UFF e Anhanguera. Convidado como curador e júri de festivais de cinema em diversos estados do país, realizou também o projeto BackPack4Life, passando por 35 países. Desde 2017, é responsável pela manutenção do site, pela coordenação tecnológica das exibições e debates online e pelo registro em fotos e vídeos das atividades do Filmambiente.