Filmambiente 2015 - Filmes Vencedores

Premiação
Os filmes premiados em 2015 foram:

Prêmios de Longa Metragem
Melhor Filme: Big Men, the Movie
Rachel Boynton | USA | 2013 | 99 min
Os jurados premiaram o filme porque: Um documentário na acepção da palavra. Instigante, completo e de altíssima qualidade. Perfeito em cada detalhe. Das reuniões tensas com os executivos do setor de petróleo às conversas francas com os guerrilheiros fortemente armados.

Escolha do Público: O Jardim da Esperança
Laurence Guenoun | Brasil, França | 2015 | 75 min
Com 84,93% dos votos.

Menção Especial 1: A Tragédia do Lixo Eletrônico
Cosima Dannoritzer | France, Spain, UK |2014 | 86 min
Onde a jornada do lixo eletrônico através do mundo é mostrada com elegância e firmeza pela diretora. O cuidado na investigação não deixa dúvidas sobre a enorme incoerência do consumismo na sociedade moderna.

Menção Especial 2: O Jardim da Esperança
Laurence Guenoun | Brasil, França | 2015 | 75 min
Pois é impossível ficar indiferente à sofrida realidade mostrada neste documentário. Simplesmente emocionante e belo.

Prêmios de Curta Metragem
Melhor Curta: Última Morada
Ants Apartment
Tofiq Amani | Kurdistão, Iraque| 2014 | 10min38
Porque com uma linguagem visualmente incomum, mas com diálogos cativantes, o filme surpreende e emociona ao afastar a câmera e num plano mais aberto revelar um final inimaginável.

Prêmio Especial Curta 1: Gerais
Tiago Carvalho e Arthur Frazão | Brasil | 2014 | 16 min
O júri de CURTA METRAGEM premiou o filme porque Gerais é um filme visualmente belo e calmo, com personagens singelos e de histórias dolorosas, mas que por trás carregam força e alegria ao preservar o ambiente que os cerca.

Prêmio Especial Curta 2: As Guerreiras do Brasil
Brazil’s Warrior Women
Paul Redman | UK | 2014 | 7min32
O filme destaca o protagonismo das mulheres (as quebradeiras do Babaçu) e um movimento que, através da luta destas mulheres, se tornou muito importante, além de nos apresentar diversas utilidades do babaçu, um bem precioso naquela região capaz de trazer dignidade à vida daquelas mulheres.

O júri internacional de longa metragem foi composto por: Myriam Gast-Loup (curadora e diretora FIFE Paris), jornalista Augostinho Vieira e músico e escultor Edgar Duvivier. O juri de curtas foi composto por alunos da OIKabum, Amanda Costa, Ana Beatriz Ferreira e Francisco Gabriel de Souza.